Iago cita troca de técnico no Sport e projeta duelo difícil para o Inter: "Vão querer jogar mais"

Clubes travam duelo de opostos, entre vice-líder e vice-lanterna do Brasileirão, nesta sexta

iago 031018Inter e Sport travam um duelo de opostos, entre vice-líder e vice-lanterna do Brasileirão, nesta sexta-feira, às 19h, na Ilha do Retiro pela 28ª rodada da competição. O contraste de momentos, porém, não leva os colorados a projetar vida fácil no Recife para a partida. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, Iago afirmou que é "ainda mais difícil" enfrentar rivais da parte de baixo da tabela nesta reta final de competição.

 

A troca recente de técnico no rival, com a chegada de Milton Mendes, também influência no contexto. De acordo com o lateral-esquerdo, os jogadores da equipe pernambucana vão querer "jogar mais" para mostrar serviço ao comandante. Isso, mesmo diante das ausências de Ernando, Cláudio Winck, Andrigo e Léo Ortiz, por pertencerem ao Inter, e de Durval, suspenso.

– O Sport em casa é muito bom. Com essa troca, os jogadores vão querer jogar mais. Mas nosso time vai para lá para conseguir o resultado. Independentemente de precisarem de pontos ou não. Vamos lá para buscar o resultado. O Brasileiro é muito difícil. E pegar um time que está brigando pelo rebaixamento é mais difícil ainda. Vamos entrar com muita concentração para que a gente consiga fazer o nosso melhor dentro de campo – projeta o lateral-esquerdo.

Se o rival tem desfalques de sobra, o Colorado também convive com uma série de baixas para a partida. O técnico Odair Hellmann não pode contar com Víctor Cuesta e Edenílson (suspensos) e Leandro Damião, com lesão muscular na coxa direita – há ainda Rodrigo Moledo e Danilo Fernandes, lesionados.

Assim, o Inter entrará em campo com uma dupla de zaga reserva, formada por Emerson Santos e Klaus, e com Jonatan Alvez no ataque. Resta a dúvida entre Camilo, D'Alessandro e Zeca no meio-campo.

– Ele (Odair) conversou com o grupo. Falou sobre o Sport. Mas ele falou que independente de quem for entrar no lugar do Edenílson, a gente sabe da qualidade. Nosso grupo é muito forte. Quem for entrar no lugar do Edenílson, quanto no lugar do Víctor e do Damião vai se doar para sair com uma vitória. A gente sabe que os três são muito bons jogadores. Quem for entrar vai se doar ao máximo para que tudo ocorra bem durante o jogo – ressalta o jogador.

O treinador comandará o último treino antes da partida já em Recife, nesta quinta-feira. Inter e Sport se enfrentam às 19h da sexta-feira, na Ilha do Retiro, pela 28ª rodada do Brasileirão. O Colorado é o vice-líder da competição com os mesmos 53 pontos do Palmeiras, líder devido ao saldo de gols – 23 a 18.

Fonte: GloboEsporte