Prêmio Puskas: Gonçalo Maria, meia-atacante do Cova da Piedade, faz golaço de trás do meio-campo

Português de 23 anos marcou dois gols na vitória sobre o Feirense, um deles, o que decretou a vitória, uma obra de arte; ele já havia marcado um de pênalti

goncalomaria 270219O médio-ofensivo português Gonçalo Maria, do Cova da Piedade, fez um verdadeiro golaço nesta terça-feira (26), digno merecedor do Prêmio Puskas, troféu oferecido pela FIFA ao gol mais bonito da temporada. O jogador de 23 anos acertou arremate de rara felicidade, do seu campo de defesa, em cobrança de falta, que encobriu o goleiro adversário e decretou o triunfo de 3 a 2 sobre o Feirense, fora de casa, no Estádio Marcolino Castro, em jogo válido pela Liga Revelação Sub-23. O autor da pintura comentou o lance:

 "Eu vi que o guarda-redes estava adiantado, pensei em rematar forte e que alguém pudesse desviar com o guarda-redes em contrapé. Era o último lance do jogo, tínhamos de arriscar tudo para a vitória", explicou o jogador, que sonha em ser lembrado pela FIFA no Prêmio Puskás pelo gol espetacular que marcou.

"Era um sonho tornado realidade. Acho que pelo golo que foi e pelo facto de ter sido o golo da vitória aos 94 minutos, acho que era merecido", relevou o atleta formado nas academias de Sporting e Benfica.

Médio-ofensivo e ala-esquerdo de origem, Gonçalo Maria atuou improvisado como lateral-esquerdo nesta partida, e não decepcionou: bisou ao ter anotado, ainda no primeiro tempo de jogo, um golo em cobrança de penalidade, também cobrado com extrema categoria.

Gonçalo já havia brilhado na rodada anterior, quando comandou as ações do Cova da Piedade no 3 a 3 diante do Marítimo com dois gols e uma assistência. Ao todo, na atual temporada 2018/2019, o atleta marcou seis gols e deu duas assistências em 17 jogos na competição. O jogador também foi utilizado em três partidas do plantel principal no II Liga do Campeonato Português.

Rafael Alvarez

Assessoria de Imprensa - Think Ball & Sports Consulting