Crispim atrela 'fico' no Guarani a Thiago Carpini: 'Se não for 100%, foi 99%'

Meio-campista, um dos principais protagonistas do Bugre, nutre ótimo relacionamento com o treinador

lucascrispim 020520Campinas, SP, 01 (AFI) - Após início promissor no Santos e queda de desempenho na carreira, Lucas Crispim alcançou o ápice sob comando de Thiago Carpini.

Nas mãos do atual treinador, o meia-atacante se destacou, com liberdade no meio-campo, entrou no radar do Red Bull Bragantino, mas optou em seguir no Brinco de Ouro da Princesa.

Cobiçado na última janela, o camisa 10, após grave lesão no tendão de Aquiles, ainda em fevereiro de 2019, decidiu continuar no Bugre por conta da ótima relação com o atual treinador.
"Olha, se não foi 100%, a permanência do Carpini foi 99% para eu renovar. Ele era um cara que me ligava todos os dias na férias. Até ficou chato uma hora, porque eu não conseguia responder. Havia várias ligações. Tinha alguns clubes da Série A interessados", contou Crispim, em entrevista à Rádio Central de Campinas.

"Eu não queria queimar etapas e fazer escolha errada. Eu resolvi pensar bem. Eu pensei no que o Guarani fez comigo no ano passado e me ajudou muito na recuperação. Eu acho que o fico do Carpini tem toda... Se não for 100%, foi 99% que eu fiquei", acrescentou.

PRESENTE

Titular absoluto do Guarani, Crispim esteve em campo em sete dos dez compromissos oficiais no Campeonato Paulista, mas ainda não marcou nenhum gol - por outro lado, já contribuiu com duas assistências.

"A gente torce para voltar o quanto antes. Nós não aguentamos mais ficar em casa. Eu não vejo a hora de estar treinando. Estou até com saudades de concentrar (risos). Eu não vejo a hora de estar jogando com a torcida inteira", finalizou.

Fonte: Futebol Interior